Cemitérios de São Paulo: Insegurança e saques

Insegurança em alguns cemitérios de São Paulo

 

coroa de flores

Pouca segurança nos cemitérios
Fonte: www.ebc.com.br

Todos os anos os Cemitérios e o Crematório Vila Alpina de São Paulo recebem um grande número de visitantes. A questão de organização, limpeza, segurança e acesso a estes cemitérios estão melhorando com o tempo. Mas alguns cemitérios da cidade ainda estão com graves problemas.

Em São Paulo alguns cemitérios são usados por traficantes de drogas, usuários, travestis. Tanto de dia quanto a noite. Durante a semana alguns cemitérios recebem poucas visitas e a polícia dificilmente passa para averiguar ou por simplesmente dizer que está passando no local, o que torna fácil a invasão de “visitantes” indesejados.

De acordo com funcionários destes cemitérios o problema acontece normalmente a noite. E quem pensa que isso não acontece ao dia está errado. Em alguns cemitérios os traficantes e travestis ameaçam familiares de pessoas, isso dentro do cemitério. Pedem dinheiro, e apontam armas brancas (facas, facões…) para eles.

 

Estado de alguns cemitérios em São Paulo

 

Os cemitérios de São Paulo são bastante grandes o que deixa mais complicado a segurança. Um exemplo, o Cemitério da Vila Formosa, um dos maiores do estado possui 763,175 metros quadrados e mais ou menos 80 mil sepulturas.

Leia >> Grande número de visitas a cemitérios e crematório em São Paulo

Dentro do Cemitério Vila Formosa o ambiente está bastante considerável, estradas asfaltadas ou calçamentadas, bastante arborizado, uma boa limpeza o que mostra que lá está sendo feita manutenções regularmente.

Outro cemitério em São Paulo bastante conhecido que é o Vila Nova Cachoeirinha, este não parece estar em bom estado de limpeza e cuidados gerais. O cemitério possui 27.896 metros quadrados. Há boatos de pessoas que fazem uns tipos de rituais dentro do cemitério com animais mortos, o que aumenta a quantia de lixo e sujeira.

crematório vila alpina

Cemitério Vila Nova Cachoeirinha
Fonte: Google Maps

Algumas pessoas que passam no cemitério para visitar seus entes falam sobre o descaso do cemitério, principalmente na parte de infraestrutura e organização construída e área verde. Adelaide Amorin, com 61 anos passa todos os anos no cemitério para visitar o irmão falecido a mais de 25 anos atrás. Ela veio de Portugal e relata que os cemitérios europeus são impecáveis e normalmente não sofrem roubos como acontece nos cemitérios de São Paulo. Há indícios que são roubados, nos cemitérios, Coroa de Flores, vasos, placas e cruzes normalmente. O que estas pessoas fazem com isso será? É algo meio intrigante.

De acordo com Ubirajara Adriano Marques, a segurança destes cemitérios tem o apoio da Polícia Militar e também da Guarda Civil do estado de São Paulo. Onde eles fazem rondas dentro e fora dos cemitérios municipais. Segundo ele os funcionários destes cemitérios também são alertados e instruídos para quando perceberem algum ato impróprio vindo dos cemitérios, contatarem a policia imediatamente. Ubirajara é diretor do crematório e cemitérios municipais.

COROAS DE FLORES 24H (11) 2366-0498 >>                                                         CREMAÇÃO DE OSSADA - EQUIPE ESPECIALIZADA (11) 3071-1325 >>                                                         COROAS DE FLORES 24H (11) 2366-0498 >>                                                         CREMAÇÃO DE OSSADA - EQUIPE ESPECIALIZADA (11) 3071-1325 >>                                                         COROAS DE FLORES 24H (11) 2366-0498 >>                                                         CREMAÇÃO DE OSSADA - EQUIPE ESPECIALIZADA (11) 3071-1325 >>                                                         COROAS DE FLORES 24H (11) 2366-0498 >>                                                         CREMAÇÃO DE OSSADA - EQUIPE ESPECIALIZADA (11) 3071-1325 >>