Como é feita a exumação?

Como é feita a exumação?

Exumação é basicamente a “retirada dos restos mortais”. Ela pode ser realizada em até 4 anos (36 meses) após o devido sepultamento. Isto está descrito na lei Lei 1740/83 | Lei nº 1740 de 12 de dezembro de 1983 de acordo com a justiça Brasileira. A prática da exumação foi generalizada em todos os Cemitérios do Brasil. A exumação é bastante comum em pessoas que morreram de forma desconhecida, ou a justiça pede para que ocorra a exumação do corpo de alguma pessoa. Mais detalhes você acompanha abaixo onde está descrito os principais motivos da exumação.

Exumação, dia de tristeza

exumação de corpos

Exumação sendo realizada com a presenta de fiscais, agentes de saúde e agentes sanitários

Muitas famílias relatam que o dia da exumação é considerado um dia de funeral. O som dos martelos pesados na laje, restos humanos, caixão… Muitas famílias comparam o dia da exumação algo terrível de se ver.

Após a remoção de todos os restos mortais do caixão eles são passados para uma cripta ou uma capela mortuária, normalmente é localizada em um local mais distante do cemitério ou mesmo nos antigos templos onde as criptas ficavam em seus porões. As visitas a esses locais onde são “guardados os resultados da exumação” não são tão comuns como as visitas a cemitérios. As famílias que voltam a visitar o local normalmente passam para fazer uma limpeza, colocar coroa de flores e dar três toques na lápide. Esses toques são relacionados a diferentes culturas, a cultura espanhola costuma usar isso como sinal que o falecido não voltará. É comum as famílias visitarem estes lugares nas semanas santas, dia das mães, dia de finados e no dia das almas.

Exumação e os fenômenos posteriores

exumação de corpos

O processo de exumação deve estar de acordo com a lei e normas vigentes

O fenômeno do cadáver em decomposição, reduzindo todos os tecidos do corpo para juntarem-se ao esqueleto dura em média quatro anos. Às vezes os serviços de exumação iniciam o processo e se deparam em um corpo inteiro. Acontece muitas vezes dos anos se passarem e o corpo não entrar em estado de decomposição. Antigamente quando não havia nenhum crematório na cidade para fazer a possível cremação a família optava por voltar a enterrar o corpo, hoje em dia os fornos dos crematórios são gigantes e esse problema de não ter como cremar não acontece mais.

É bastante comum as pessoas realizarem a exumação e em seguida a cremação de restos mortais em algum crematório. Há também famílias que preferem retirar os restos mortais de alguma cova, ou túmulo no cemitério por meio da exumação para em seguida colocar estes restos em outro caixão ou em outro cemitério.

Exumação realizada em cemitérios

Alguns passos para o reconhecimento:

  • Identificação da sepultura: Nesta etapa é verificada a placa que fica no canto do túmulo onde está descrito a terminologia que foi usada pelo cemitério para poder num futuro encontrar os túmulos corretos. É feito um registro, fotografado o túmulo que irá ser feita a exumação e também os túmulos vizinhos;
  • Identificação do caixão: Aqui é registrada a profundidade da “descoberta”, isso em casos onde não é usado caixão para realizar o enterro. É descrito o tamanho, o tipo de madeira (caixão), a cor da madeira, marcadores, etiquetas, ornamentos, número de identificadores (placas de canto) e tudo isso é fotografado e registrado;
  • Estado do caixão: Nesta parte da exumação é verificado o estado em que o caixão se encontra, se está intacto, se não está arrombado, se as tampas laterais ou superiores não estão rachadas, se o local onde o corpo está não está tomado pela água ou por barro etc…

Já sabendo que está tudo de acordo e que tudo está registrado é iniciado o processo da exumação onde:

  • É aberto o caixão;
  • A válvula de segurança do caixão é verificada;
  • Caso não seja possível desbloqueá-la com uso de martelos é usado uma máquina de corte ou um soldador;
  • A tampa do caixão é removida;
  • Então é iniciado o processo da exumação de corpos. É utilizado uma ventilação de ar ou algum spray para diminuir o odor;
  • O cadáver é fotografado dentro do caixão;
  • É removido qualquer pertences que estejam dentro do caixão, letras, placas, imagens de santos, crucifixos, coroa de flores etc…
  • As roupas são removidas, se haver, e o corpo é movido para o lugar específico.

Vale ressaltar que todos estes passos precisam ser acompanhados por uma autoridade ambiental e uma autoridade da justiça além, é claro, dos próprios técnicos que realizam a exumação.

A presença de amigos ou familiares não chega a ser obrigatória, mas se faz necessária para a garantia de que os restos mortais que estão sendo removidos são correspondentes ao túmulo que a família criou para seu ente. Outra coisa importante, o dia da exumação não é um dia como o funeral onde são reunidos amigos e familiares, é servido lanches e bebidas… Existe toda uma atmosfera particular por trás do dia em que é realizada alguma exumação.

COROAS DE FLORES 24H (11) 2366-0498 >>                                                         CREMAÇÃO DE OSSADA - EQUIPE ESPECIALIZADA (11) 3071-1325 >>                                                         COROAS DE FLORES 24H (11) 2366-0498 >>                                                         CREMAÇÃO DE OSSADA - EQUIPE ESPECIALIZADA (11) 3071-1325 >>                                                         COROAS DE FLORES 24H (11) 2366-0498 >>                                                         CREMAÇÃO DE OSSADA - EQUIPE ESPECIALIZADA (11) 3071-1325 >>                                                         COROAS DE FLORES 24H (11) 2366-0498 >>                                                         CREMAÇÃO DE OSSADA - EQUIPE ESPECIALIZADA (11) 3071-1325 >>